Topo

Este site utiliza cookies. Continuando a navegar está automaticamente a autorizar os mesmos. Saber mais Continuar

A alegria de ser família do Pai em missão!


Logo Portugal

Um tesouro que queremos partilhar

2 de Novembro 2018

Pe Ze Melo

A Jornada Nacional de Dirigentes nos dias 20 e 21 de outubro foi uma forte vivência, confirmando a "alegria de sermos Família do Pai em missão".

Os diversos momentos, os testemunhos, os temas e apresentações ficaram como um tesouro que queremos partilhar com os nossos ramos e ao qual podemos voltar sempre de novo.

Disponibilizamos todo o material aqui no site da JND na seção:
Sintese e documentacao da JND 2018

obrigado à equipa da organização e a todos os que contribuiram para a Jornada.

Desejando que este ano seja fecundo no amor e serviço à Igreja,

P. José Melo

Escuta Dirigente, porque a tua missão importa

Escuta Dirigente, porque a tua missão importa

«Não fostes vós que me escolhestes, fui Eu que vos escolhi e destinei, para que vades e deis fruto e o vosso fruto permaneça» Jo 15, 16

A presença de cada um de vocês é muito importante!

Como Dirigentes, são quem tem a seu cargo as pessoas do vosso ramo, representam-nas, e por isso são a sua voz! E, ainda: só os dirigentes de cada ramo poderão transmitir o que viveram e levar estas vivências com a frescura e a originalidade que o ramo espera!

Deixamo-vos um trecho da Oração dos Dirigentes (RC 518) do nosso Pai Fundador, que exprime bem a sua esperança nas comunidades de dirigentes e como confia essa esperança à nossa Mãe:

"Implora, Mãe,
com a tua atitude fiel e maternal,
que a nossa pequena comunidade
seja sempre
alma da Obra de Schoenstatt
e lhe consagremos todas as nossas energias."

Santuario Original

Aprendendo com o nosso Fundador

Aprendendo com o nosso Fundador

“Pai, o nosso coração no teu coração
nosso pensar no teu pensamento
A nossa mão na tua mão.
A tua missão é a nossa missão.”

Topo Pe Kentenich

 

É impressionante a atualidade da sua análise dos tempos, da sua mensagem e da sua pedagogia. 

Espanta-nos como tinha capacidade de, nos acontecimentos do presente, ver e ouvir o que Deus pretendia dele e de Schoenstatt para os tempos futuros!

Podemos aprofundar estes e outros aspetos e dimensões, lendo os documentos de preparação da Jornada.

 

Sem dificuldades, sem sacrifícios, sem lutas, jamais chegaremos a ser algo de grande. Grandes homens crescem na cruz. Padre Kentenich

Novidades

Nada sem Ti, Nada sem nós

"Nada sem Ti, Nada sem nós"

“Vivam da vossa História! É uma História breve mas é uma História rica porque o Amor de Deus e o Amor de Nossa Senhora aí irrompeu com força.” Padre Kentench à família portuguesa

Esta Jornada envolve toda a Família e, se Deus quiser, trará frutos para toda a Família. Mesmo não participando no dia, cada um pode contribuir com oração e capital de graças! Rezemos pedindo o dom da fidelidade ao nosso Pai Fundador, como está expresso na Magna Carta sobre os traços da nossa identidade nacional:

O nosso Pai Fundador foi o primeiro a desejar que Schoenstatt viesse para Portugal. Somos, por isso, a realização do seu sonho; com gratidão, reconhecemo-nos filhos eleitos para a sua missão. Ele é, para nós, o rosto visível da paternidade de Deus e ensina-nos a viver em atitude permanente de fé prática na Divina Providência. A nossa história mostrou que somos Família Portuguesa do Pai, provada e comprovada na fidelidade à sua pessoa e à sua missão. O Pai é, assim, o garante da autenticidade da decisão por Schoenstatt. (excerto da Magna Carta)

Convidamos cada um a, unido em família e oração com o nosso Pai, diariamente rezar e entregar a Nossa Senhora a preparação da Jornada, a sua realização e todos os dirigentes que vão participar esta oração do Rumo ao Céu (632).

"Confio em teu poder e em tua bondade,
em ti confio com filialidade,
confio cegamente em toda a situação,
Mãe no teu Filho e na tua proteção."

 Topo Nossa Senhora

O Padre Kentenich como um verdadeiro pai deixou-nos muitas provas de que estava sempre ligado a nós, seus filhos, pelos tempos e tempos.

Nós Dirigentes, podemos aprender dele esta atitude de amor magnânimo, que gera laços tão fortes, de muitas formas, mas deixamos aqui uma sugestão em que propomos rezar e deixar amadurecer no nosso coração esta sua oração do Rumo ao Céu (470), pedindo à Nossa Rainha para, no Santuário, nos dar a graça da fidelidade e do vínculo filial ao nosso Pai Fundador:

"Estou tão intimamente ligado aos meus,
que nos sentimos sempre uma unidade:
eu vivo e sustento-me da sua santidade
e com alegria estou disposto a morrer por eles."

 Capital Gracas

Escuta Dirigente, porque a tua missão importa

«Não fostes vós que me escolhestes, fui Eu que vos escolhi e destinei, para que vades e deis fruto e o vosso fruto permaneça» Jo 15, 16

A presença de cada um de vocês é muito importante!

Como Dirigentes, são quem tem a seu cargo as pessoas do vosso ramo, representam-nas, e por isso são a sua voz! E, ainda: só os dirigentes de cada ramo poderão transmitir o que viveram e levar estas vivências com a frescura e a originalidade que o ramo espera!

Deixamo-vos um trecho da Oração dos Dirigentes (RC 518) do nosso Pai Fundador, que exprime bem a sua esperança nas comunidades de dirigentes e como confia essa esperança à nossa Mãe:

"Implora, Mãe,
com a tua atitude fiel e maternal,
que a nossa pequena comunidade
seja sempre
alma da Obra de Schoenstatt
e lhe consagremos todas as nossas energias."

Santuario Original

Aprendendo com o nosso Fundador

“Pai, o nosso coração no teu coração
nosso pensar no teu pensamento
A nossa mão na tua mão.
A tua missão é a nossa missão.”

Topo Pe Kentenich

 

É impressionante a atualidade da sua análise dos tempos, da sua mensagem e da sua pedagogia. 

Espanta-nos como tinha capacidade de, nos acontecimentos do presente, ver e ouvir o que Deus pretendia dele e de Schoenstatt para os tempos futuros!

Podemos aprofundar estes e outros aspetos e dimensões, lendo os documentos de preparação da Jornada.

 

Sem dificuldades, sem sacrifícios, sem lutas, jamais chegaremos a ser algo de grande. Grandes homens crescem na cruz. Padre Kentenich

"Nada sem Ti, Nada sem nós"

“Vivam da vossa História! É uma História breve mas é uma História rica porque o Amor de Deus e o Amor de Nossa Senhora aí irrompeu com força.” Padre Kentench à família portuguesa

Esta Jornada envolve toda a Família e, se Deus quiser, trará frutos para toda a Família. Mesmo não participando no dia, cada um pode contribuir com oração e capital de graças! Rezemos pedindo o dom da fidelidade ao nosso Pai Fundador, como está expresso na Magna Carta sobre os traços da nossa identidade nacional:

O nosso Pai Fundador foi o primeiro a desejar que Schoenstatt viesse para Portugal. Somos, por isso, a realização do seu sonho; com gratidão, reconhecemo-nos filhos eleitos para a sua missão. Ele é, para nós, o rosto visível da paternidade de Deus e ensina-nos a viver em atitude permanente de fé prática na Divina Providência. A nossa história mostrou que somos Família Portuguesa do Pai, provada e comprovada na fidelidade à sua pessoa e à sua missão. O Pai é, assim, o garante da autenticidade da decisão por Schoenstatt. (excerto da Magna Carta)

Convidamos cada um a, unido em família e oração com o nosso Pai, diariamente rezar e entregar a Nossa Senhora a preparação da Jornada, a sua realização e todos os dirigentes que vão participar esta oração do Rumo ao Céu (632).

"Confio em teu poder e em tua bondade,
em ti confio com filialidade,
confio cegamente em toda a situação,
Mãe no teu Filho e na tua proteção."

 Topo Nossa Senhora

O Padre Kentenich como um verdadeiro pai deixou-nos muitas provas de que estava sempre ligado a nós, seus filhos, pelos tempos e tempos.

Nós Dirigentes, podemos aprender dele esta atitude de amor magnânimo, que gera laços tão fortes, de muitas formas, mas deixamos aqui uma sugestão em que propomos rezar e deixar amadurecer no nosso coração esta sua oração do Rumo ao Céu (470), pedindo à Nossa Rainha para, no Santuário, nos dar a graça da fidelidade e do vínculo filial ao nosso Pai Fundador:

"Estou tão intimamente ligado aos meus,
que nos sentimos sempre uma unidade:
eu vivo e sustento-me da sua santidade
e com alegria estou disposto a morrer por eles."

 Capital Gracas